Marcia Cohen - Patisserie Kasher | kasher ou kosher?
579
post-template-default,single,single-post,postid-579,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-marcia cohen,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.4,vc_responsive

kasher ou kosher?

Anossa patisserie oferece a opção de doces kasher, contando com a certificação da BDK (Beit Din Kashrut). Mas o que significa isso? Isso significa que seguem os padrões de alimentação da religião judaica. A BDK é uma instituição que desempenha a tarefa de avaliação e certificação dos alimentos segundo a lei kasher, ou seja, acompanha a produção dos nossos doces para comprovar que o alimento vai de acordo com as leis judaicas, como foi citado antes.

A palavra ‘kosher’ ou ‘kasher’ significa “adequado” ou seja, próprio para consumo pelos judeus, pois preenche todos os requisitos da dieta judaica, em total conformidade com a Torá (lei maior dos judeus, ou popularmente conhecida como Bíblia Judaica. Muitos perguntam qual é a diferença entre kosher e kasher e a verdade é que ambas as palavras têm o mesmo significado. A diferença na pronúncia está vinculada à região, sendo que no hebraico israelense e no português se pronuncia ‘kasher’ e nos EUA é muito utilizada a pronúncia ‘kosher’.

Por que certificar a confeitaria? Apesar de ser judia, não sou religiosa. Minha ideia inicial não era de fazer uma confeitaria kasher, mas tenho filhos ligados na religião judaica, um deles é religioso. Foi uma decisão muito difícil, por que as vezes acabamos nos restringindo à poucos fornecedores do mercado, mas o incrível é de que diversas marcas de alto nível do mercado que sempre foram minha matéria prima, já eram kasher como a Callebaut uma das melhores em chocolate belgas e muitos produtos da Nestlé!

Alguma curiosidades do kasher: As empresas hoje tem percebido que a certificação kasher amplia o número de clientes e proporciona maior aceitação no mercado. Tudo porque hoje há um aumento de consumo kasher ao redor do mundo e estudos demonstram que o consumidor enxerga a alimentação kasher como uma alimentação de maior qualidade! A alimentação kasher não só atende a religião judaica como também acaba por atender preceitos de outras religiões ou mesmo é escolhida por aqueles que simplesmente buscam mais um selo de qualidade.

O kasher é um tipo de culinária que vem de Israel? É muito importante lembrar que o kasher não é um estilo de culinária, como a comida chinesa, francesa, italiana, japonesa, indiana, ou qualquer outra, mas todas essas podem ser kasher e não tem vínculo com Israel desde que preparadas de acordo com a lei judaica. Isso quer dizer que você pode ir a um restaurante japonês, por exemplo, e comer comida japonesa kasher.

No Brasil, muitos produtos são kasher e poucos sabem. Várias marcas são submetidas à inspeção de um rabino para que seja consumida por judeus. Você pode estar consumindo alimento ou bebida kasher e nem sabe! Quer um exemplo? Guaraná, Batata Ruffles, Linha de Pães da Wickbold, Bolacha Waffle Bauducco… Entre outras!

Quer entender mais sobre esse assunto? Não falta onde procurar… Aqui estão os sites que procurei para conseguir explicar para vocês!

http://www.bdk.com.br/certificacao-kosher.htm
http://www.brasileiraspelomundo.com/o-que-e-comida-kasher-190938144

Sem comentários

Postar um Comentário